Início / Benchmarks & Reviews / Xiaomi Mi A2 – review após uma semana de uso

Xiaomi Mi A2 – review após uma semana de uso

A semana passada publiquei o vídeo do unboxing ao novo Android One da Xiaomi, o Xiaomi Mi A2. Entretanto fui de férias e levei o equipamento comigo, para fazer vários testes, tanto de performance, como de usabilidade. Foquei-me principalmente na camara, visto ser um ponto de foco da apresentação deste equipamento a 24 de Julho deste ano em Madrid, Espanha.

Poderá aqui visualizar o nosso artigo sobre o lançamento do Xiaomi Mi A2 e A2 Lite.

Nosso video do Unboxing ao Xiaomi Mi A2

Uma semana antes efetuamos o Unboxing do mesmo, como poderás ver no vídeo seguinte.

Teste ao desempenho do Xiaomi Mi A2

snapdragon-logoO desempenho é mesmo muito interessante, para o valor deste equipamento, ficando muito bem posicionado em relação a equipamentos de média gama. Este vem equipado com o mais recente processado da série 600 da Qualcomm, o Snapdragon 660. O equipamento anterior, o Xiaomi Mi A1 vinha equipado com o SD625 (mesmo processador que o A2 Lite). A diferença de performance destes equipamentos é de praticamente o dobro da velocidade para o SD660.

Para o preço deste equipamento, provavelmente não irás achar um com tão boa performance, novo.

Antutu-logoNo Antutu obtive resultados entre os 127.000 e os 131.500 o que é muito interessante. Deixo os resultados de todos os testes no próximo artigo, colocando aqui o link para o mesmo, assim que este for publicado.

Obviamente que com este resultado não irá ficar nos TOP 50, mas por este preço, não seria de esperar ficar nessas posições. Podes ver a lista dos TOP 50 do Antutu de Julho de 2018: Ranking de performance no Antutu Benchmark – 2018/07.

Teste à bateria do Xiaomi Mi A2

A duração da bateria é boa, durando um dia com bastante facilidade, sem ser necessário a gestão da mesma, ou seja, com bluetooth ligado, Wifi ligado, dados ligado e brilho no meio.

Xaiomi Mi A2 bateria de longa duração
Xaiomi Mi A2 bateria de longa duração

Num uso intensivo, sempre com o ecrã ligado, umas 7h30m e num uso normal de umas 24 horas dos 100% aos 0%.

No entanto não aconselho a carregares o teu smartphone até aos 100%. Para mais informações lê o nosso artigo “Aumente a durabilidade de bateria do seu telemóvel“.

Antutu Tester e AccuBattery

O resultado no Antutu Battery Test é de 6300 a 11800 no teste de 4%. O resultado médio ronda os 7500. Em comparação com o OnePlus 6, por exemplo, o resultado médio ronda os 10500. No AccuBattery, com base em 16 sessões, com 650% de carregamentos efetuados, num total de 18976 mAh, o resultado da capacidade real da bateria é de 2919 mAh, ou seja 97% do indicado (3010 mAh).

Podes achar que é mau resultado, se pensares que a capacidade declarada é a capacidade real, o que não é verdade… Na realidade é dos melhores resultados que já vi num smartphone, sendo o valor normal, os 90%, enquanto novas, obviamente. Em comparação, mais uma vez com o OP6, o meu “daily driver“, o valor é de 92%, com base em já 127 sessões, 5100% num total de 154953 mAh. No entanto, o OP 6 sempre esteve nos 92% desde o início até à data.

No entanto, ainda é cedo para tirar conclusões, pois o valor pode apenas estabilizar ao fim de 50 sessões e costuma sempre decrescer até estabilizar…

Mais exemplos e resumo

Mais um exemplo, por forma a entenderes estes valores, o Samsung Galaxy S6 Edge de que disponho, tem um resultado de 87% com 2 anos e meio. Todavia, quando era novo, tinha um resultado de 90%. Ou seja, todas as marcas, quando afirmam que a bateria tem uma determinada capacidade, colocam uma margem de erro, que normalmente ronda os 10%, e normalmente é sempre para baixo 😉

Em resumo, parabéns à Xiaomi pelo resultado da bateria a nível de capacidade (apesar de ainda ser cedo para tirar a conclusão final). A nível de performance, ainda poderá ser melhorada, dependendo mais de otimizações via software (sistema operativo), do que de hardware para este caso.

Este equipamento aguarda a atualização para o Android P (Pie) como podes ver no artigo “Android P tem possível data de lançamento“.

Teste à camara frontal e traseira do Xioami Mi A2

Aqui ficam alguns exemplos de comparações de fotos tiradas com o OnePlus 6 vs o Xioami Mi A2. Obviamente que não são equipamentos idênticos, mas acho muito interessante a comparação de ambos, pois estamos a falar de um topo de gama (superior a 500 €) versus um média gama (de cerca de 250 €).

Para a comparação de vídeo, terás de assistir ao vídeo de review, que se encontra no final deste artigo.

Em resumo, o OnePlus 6 tem uma imagem muito mais nítida e real, principalmente quando as condições não são as ideais (pouca claridade). Os efeitos de selfies com o Xiaomi Mi A2 são interessantes. Assim, estas têm maior contraste e um efeito de desfocagem interessante (para quem gosta).

Resultado para o Xiaomi Mi A2

Em resumo, para o preço, é de momento um equipamento imbatível. Assim, é impossível encontrar algo equivalente, a não ser que aumente uns 50% a mais ao valor. Todavia, mesmo com esse aumento, ficaria indeciso de qual adquirir (o Mi A2 ou outro).

A camara é bastante interessante, mesmo em modo vídeo.

A duração da bateria é muito razoável e em termos de performance idem…

O maior defeito encontrado é o aquecimento excessivo do dispositivo. Aliás, quando está com 4G ligado e o Google Maps a funcionar, em comparação, mais uma vez, com o OnePlus 6 com as mesmas funções, o Mi A2 estava bem mais quente. Desse modo a bateria durava consideravelmente menos do que o esperado…

Ou seja, recomendo vivamente este equipamento, para quem estiver disposto a gastar até 300€ por um smartphone.

Se tiveres alguma dúvida, comenta… Estarei com este equipamento em modo de teste, durante pelo menos mais um mês, pelo que terei todo o gosto em responder a dúvidas que possam surgir aos nossos leitores 😉

Review do Xiaomi Mi A2 após 1 semana de testes

Artigos relacionados com o Xiaomi Mi A2

Deixo aqui também o link da GearBest para esta versão do Xiaomi Mi A2: Xiaomi Mi A2 – 4GB de RAM / 64GB de armazenamento

Saiba como comprar na GearBest lendo o artigo: Comprar de forma segura nas plataformas Chinesas

Sobre Pedro Vasconcelos

Licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto. Técnico Especialista em Gestão de Redes pela ANFEI. Coordenador de Área de formação em TI na ATEC – Academia de Formação; Gestor de projectos e administrador de sistemas na registar®; Bloguer e YouTuber na tech.4u.pt

Veja também

Melhor compra - telemóvel

Melhor smartphone Novembro 2018, até 150 euros, 250, 350, …

Se estás à procura de um telemóvel/smartphone até um determinado valor, mas não sabes qual …

9 Comentários

  1. Olá Pedro!
    Ando há mais de uma semana a querer comprar um xiaomi e já vi tudo e mais alguma coisa sobre este smartphone, mas continuo na dúvida por causa da bateria.
    O meu orçamento é até 200 euros.
    Ainda compensa comprar este mi A2 ou espero mais um pouco e compro um superior?
    Agradeço desde já.
    Um abraço

  2. muito obrigado pela resposta, mas eu fiz o seguinte:

    liguei na extremidade do cabo usb (que liga no computador) original do aparelho uma união USB (femea/ femea) e nessa femea liguei uma pen…. nem sinal nem nada…

    o disco rigido que tentei já é antiguito mas pode estar ligado à corrente e também não fuincionou ligando na mesma usb femea

    tem mesmo que ser um cabo adaptador ??, ou é mais uma configuração profunda e rebuscada a definir no android ?

    cumprimentos

  3. comprei um seduzido pela camara… mas…. não tem slot de expansão de sd card… não tem rádio analógico… a bateria não se pode sustituir… o android é dificílimo de gerir e de configurar para um não técnico especializado… não consigo ligar uma pen ou um disco rígido em alternativa à falta de slot… a loja que mo vendeu também não sabe como se faz

    • Sim, não tem slot de expansão microSD.. No entanto vem com 32, 64 ou 128GB de espaço de armazenamento, o que é aceitável. Sobre a bateria, nenhum telemóvel de 2018 aceitável, em termos de performance, lhe permite retirar a bateria…
      Não ter rádio, não tinha ideia… Normalmente com uma app de rádio e com auscultadores a fazer de antena funciona…
      O Android é a versão pura, ou seja, muito limpo… A meu ver, não consegue distribuição melhor do que essa, para o efeito…
      Para ligar uma pen, necessita de um cabo OTG USB tipo C. Não conseguirá ligar um disco rígido, pois não tem corrente suficiente! Não comprou um portátil, mas sim um telemóvel 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.