Início / Sistemas Operativos / LXC – Linux Containers

LXC – Linux Containers

linux-containers-lxc

O LXC (Linux Containers) é uma forma de virtualização, mas ao nível do sistema operativo, neste caso Linux. Ao invés de programas de virtualização como VMware Workstation Player, VirtualBox entre outros em que temos que instalar completamente o sistema operativo da nossa máquina virtual. O LXC utiliza o próprio sistema operativo para virtualizar os recursos do sistema operativo já instalado. É óbvio que em determinadas ocasiões necessitamos de um sistema operativo de raiz virtualizado, mas nem sempre é o caso.

Diferença entre LXC e programas de virtualização
Figura 1- diferença entre LXC e programas de virtualização

O kernel do Linux permite limitar e priorizar os recursos de um computador, dessa forma podemos criar “contentores” que podem correr isolados do sistema operativo instalado permitindo desta forma correr aplicações de forma isolada do sistema operativo já instalado. Ao isolar totalmente essas aplicações podemos testar software sem grande risco de danificar o nosso PC.

Os containers criados podem ser de dois tipos unprivileged e privileged, basicamente trata-se de uma questão de permissões.

Os utilizadores de um container unprivileged não têm privilégios de administração na máquina real, por exemplo o UID do utilizador root no container tem o UID 10000 fora do container.

Containers privilegiados são containers criados pelo root e executados como root.

Para breve um pequeno tutorial de como instalar e configurar alguns containers.

Artigos relacionados com LXC – Linux Containers

Sobre Nuno Fonseca

Licenciado em Engenharia Informática pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto. Instrutor CISCO. Formador de TI na ATEC e CEASE.

Veja também

linux-containers-lxc

LXC – Criar o primeiro container

Como já dito no artigo anterior, LXC – Linux Containers, é uma forma de virtualização …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.